história : o casamento

3/22/2013 12:56:00 da tarde



Introdução
«Esta é a história de Dário e Ana dois jovens que começaram a namorar quando eram ainda muito novos mas que provaram que quando o amor é verdadeiro ultrapassa os maiores obstáculos, e vence as maiores barreiras, que pode dar frutos maravilhosos e terem uma história igual á
dos contos de fadas.»


Parte I


A história deste casal começou quando ambos andavam no secundário tinham por volta dos seus 17 anos quando se conheceram e se apaixonaram logo á primeira vista. Ele chamava-se Dário andava em artes visuais, era um rapaz de cabelo curto aos caracóis, de olhos esverdeados, alto e moreno, ela chamava-se Ana , andava em ciências, era morena de cabelos castanhos compridos aos caracóis, tinha uns olhos castanhos avelã , uma rapariga que chamava a atenção de todos  por onde passava.
Eles conheceram-se durante um intervalo no bar da sua escola, onde trocaram o primeiro olhar e o primeiro sorriso desde ai nunca mais foram os mesmos.
- Dário: Olha desculpa estás na fila?
- Ana: Sim estou (disse envergonhada).
- Dário: És nova aqui na escola?
- Ana: Não, porquê?
- Dário: Nunca te vi por aqui acho eu.
- Ana: também nunca reparei em ti antes
«Nisto toca a campainha para irem para dentro das salas»
- Dário: Bem tenho de ir.
- Ana: Eu também.
- Dário: Gostei deste bocado, és simpática.
- Ana: Oh, Obrigada! Também és simpático.
Os dois tinham ficado com a sensação que havia alguma coisa um no outro que os interessava e que iriam se encontrar bastantes vezes depois daquele dia.
Dário contou aos seus amigos o que se tinha sucedido, disse-lhes que conhecera uma rapariga chamada Ana alta de cabelos longos, eles logo lhe disseram que sabiam quem era, pois era a rapariga que qualquer rapaz da escola queria namorar.
O rapaz passou dias e dias a pensar na tal rapariga, ia todos os intervalos ao bar de propósito só para a ver , muitas vezes nem falavam ficavam com os amigos em mesas separadas mas sempre a olharem um para o outro, parecia que estavam a viver um amor como o dos filmes.
Mas certo dia algo mudou, Dario não queria esperar mais, algo dentro de si dizia que precisava loucamente de namorar com Ana , sabia perfeitamente que podia ter um não como resposta mas tinha de lhe perguntar para se sentir bem consigo mesmo.
Então decidiu que no primeiro intervalo de manhã do dia seguinte iria ter com ela, ganhar coragem e perguntar-lhe.
«No dia seguinte (…)»
continua...

You Might Also Like

28 Leitor(es)

Quote Of The Day