“A saudade não mata, mas martiriza um sincero coração.”

8/19/2013 03:21:00 da tarde




Tenho saudades tuas, da tua voz, do teu cheiro, do teu toque, do teu olhar, do teu sorriso, da tua sinceridade, da tua beleza, da tua pureza, do teu amor por mim e pelas coisas, do teu encanto natural, da vontade de estar contigo, das saídas, das palavras, das noitadas, das loucuras, da tua ajuda, mas mais que tudo de te chamar irmão. Podem passar anos e anos mas a tua perda foi algo que me marcou, perder um melhor amigo é horrível, pergunto-me se ai em cima sentes a minha falta, se sentes necessidade de estar comigo como eu tenho de estar contigo. Doí saber que não pude fazer nada para evitar o pior, ainda hoje não consigo falar de como as coisas aconteceram, nem eu nem nenhum de nós que estavam presentes naquele dia. Adorava poder apresentar-te as pessoas maravilhosas que conheci, iam adorar-te, e iam achar aquilo que eu sempre achei de ti, que és humilde, boa pessoa, com um enorme coração. Eramos tão parecidos, tanto nos gostos como nas personalidades, é deixas saudade. Nunca mais voltei a fazer as coisas que fazíamos juntos, nunca mais consegui confiar em ninguém como tinha confiança por ti em relação a amizades, tu foste o único que nunca me desiludiu, e agora.. Agora isto de “amizade” é relativo para muitas pessoas, mas para mim amizade és e sempre serás “Tu”. 

You Might Also Like

2 Leitor(es)

Quote Of The Day